Hayao Miyazaki, o grande mestre da animação japonesa, diretor de filmes como A Viagem de Chihiro, Meu Vizinho Totoro e O Castelo Animado, vai se aposentar. Koju Hoshino, presidente dos Estúdios Ghibli, empresa que produz os filmes do cineasta, anunciou, no domingo (1º), durante o Festival de Veneza, que Kaze Tachinu será o último filme sob a batuta de Miyazaki.

Kaze Tachino, que estreou no Japão em julho, é baseado no livro do escritor Tatsuo Hori e acompanha a vida do jovem engenheiro aeronáutico Jiro Horikoshi, inventor do modelo do mítico avião Zero-sen, utilizado pelo exercito japonês entre 1940 e 1945.

Vincent Maraval, cofundador da distribuidora Wild Bunch, colaboradora de longa data de Miyazaki, confirmou a notícia. “Para mim, ele é simplesmente o maior animador da história. Ao mesmo tempo, ele está terminando com uma obra de mestre que nos deixa com um grande humanismo e uma visão de nosso século para contemplar”.

Em entrevista à agência de notícias Kyodo, Miyazaki reconheceu que, ao ver seu último longa-metragem, chorou pela primeira vez em sua vida diante de uma de suas obras, já que, na ocasião, ele se deu conta que tinha conseguido terminá-lo “graças à amizade e ao esforço realizado durante muito tempo”.

Sem mais artigos