Carina Pereira revelou ter sofrido assédio na Globo

Não são de hoje que os casos de assédio moral ou de qualquer outro tipo estão presentes nas grandes empresas do Brasil. Mas um caso envolvendo a TV Globo ganhou repercussão na última terça-feira.

Carina Pereiraresolveu desabafar em seu perfil oficial no Instagram e revelou ter sofrido assédio moral por parte dos seus superiores na Globo Minas, na qual trabalhou por sete anos.

Carina contou que teve muitas dificuldades em conviver com colegas e chefes na área do esporte na emissora e que sofria constantemente piadinhas por “não ser do meio” e “ser mulher”.

“Aconteceram algumas coisas que já estavam somando. Enfrentei uma redação de esporte e não sabia que seria tão desafiador assim. Enfrentei muio preconceito por ser mulher e não ser desse meio”, disse ela em vídeo.

Carina afirmou que no começo relevava e depois começou a rebater quando as piadas ainda eram feitas por colegas. Mas quando os próprios chefes também vinham com o “preconceito”, ela não sabia muito o que fazer.

“‘Ah, a Carina consegue essa exclusiva porque é mulher, tem o que você não tem, oferece o que você não oferece…’ Quando era colega, eu retrucava, mas quando era o chefe, não, porque era alguém que eu admirava. E as coisas foram piorando”, disse a jornalista.

Carina também revelou que chegou a fazer uma denúncia no RH e outra na ouvidoria da empresa, o que não resolveu muito, segundo ela.

Sem mais artigos