Agora é oficial. A Rede Globo anunciou, nesta quinta-feira, a saída de Fátima Bernardes da bancada do Jornal Nacional para Patrícia Poeta assumir. Em coletiva de imprensa, a mulher e companheira de William Bonner afirmou que está deixando um programa para assumir uma atração que já tem seu formato definido, mas que entrará no ar apenas no ano que vem.

Com a saída de Patrícia Poeta, o Fantástico será comandado por Zeca Camargo e Renata Ceribelli. Os executivos da Publicidade Globo afirmaram que o projeto de Fátima Bernardes foi apresentado em abril e logo foi aceito.

Veja também:
Os momentos mais marcantes do Jornal Nacional
61 anos da TV no Brasil em imagens históricas

O diretor geral de Jornalismo e Esporte da Rede Globo, Carlos Henrique Schroder, afirmou que a mudança mostra a evolução de três grandes profissionais da emissora. “Este é um processo normal de evolução e renovação do jornalismo da Globo. As três construíram carreiras sólidas aqui na TV e chegaram aonde chegaram por mérito. Com certeza, terão grande sucesso em suas novas funções”, declarou.

Fátima Bernardes disse que ainda não pode dar detalhes de sua nova atração, mas que continuará atuando com funções jornalísticas e que é uma grande inovação na televisão. “Esse programa não é parecido com nenhum outro que está no ar. É um sonho antigo que eu vinha amadurecendo”, afirmou.

Até segunda-feira, o Jornal Nacional será apresentado pela jornalista. No mesmo dia, o jornal terá uma edição especial, com Fátima e William chamando Patrícia Poeta à bancada, com homenagens às duas apresentadoras.

O editor-chefe do programa, William Bonner, afirmou que a escolha de Patrícia foi um consenso entre todos. “Estamos na mesma empresa fazendo jornalismo há anos. De certa forma, é como se fôssemos colegas de longa data. Todas as mudanças pelas quais o Jornal Nacional passou nesse período foram em sintonia com o público. Por isso, o JN não muda”, garantiu.

Patrícia Poeta declarou que ficou extremamente feliz com a boa e surpreendente notícia. “Jornalista está sempre olhando para a próxima história, o próximo desafio. Claro que assumir o Fantástico, quase cinco anos atrás, foi um marco importante. Agora, fazer o Jornal Nacional, a partir dos próximos dias, significa o início de um capítulo totalmente novo da minha vida profissional”, disse.

A Globo divulgou declarações das três apresentadoras, cujas funções serão remanejadas já na próxima semana:

Fátima Bernardes:
“Eu tive o privilégio de cobrir os grandes assuntos nacionais e internacionais. Cresci muito profissionalmente. Vi o JN também se transformar. Vi nossa bancada passar a receber convidados que seriam entrevistados por nós. Impossível descrever a emoção, a tensão, a responsabilidade de entrevistar ao vivo, diante dos ouvidos e olhos atentos de milhões de telespectadores, os candidatos à presidência do Brasil. Saí do estúdio sempre que a notícia exigiu. Vi o Brasil ser penta no futebol. Logo eu que amo esse esporte. Sempre tive consciência de que estava trabalhando no mais importante telejornal do Brasil, no mais visto. Eu fui muito feliz e, o melhor, eu sabia. Eu só posso agradecer, muito, pelo carinho com que os telespectadores sempre me recebem por onde quer que eu passe. A torcida para que a minha vida pessoal e profissional dê certo. Eu sinto isso nos olhares, nos sorrisos, nos abraços e beijos que ganho pelas ruas. E aproveito pra já pedir que tenham paciência e que me aguardem porque vou voltar cheia de gás e de novidades para o nosso reencontro no ano que vem.”

Patrícia Poeta:
“O período no Fantástico foi incrível para mim. Como apresentadora, vivi toda semana o desafio de buscar o tom ideal, a dose adequada de informalidade, a afinidade com meu parceiro, Zeca Camargo. Acho que conseguimos avançar muito na apresentação do programa. Como repórter, tive espaço e incentivo para buscar furos, entrevistas exclusivas, material que só o Fantástico teve. Surpreendemos o telespectador em vários momentos nos últimos anos. E, por último, como criadora e realizadora, consegui uma parceria produtiva com os colegas da área de dramaturgia da Globo. Criamos e exibimos vários quadros que misturavam jornalismo e dramaturgia, e este era um desejo antigo meu. Agora, nosso encontro semanal passa a ser diário. De segunda a sexta. Estarei esperando vocês.”

Renata Ceribelli:
“Já aprendi muitas lições no trabalho. Uma das principais veio do contato mais próximo com o público: ficou provado para mim que a espontaneidade diante da câmera realmente resulta em uma maior ‘intimidade’ com quem está do outro lado. Depois do Medida certa, penso sempre nisso nas minhas reportagens. E agora também vou ‘exercitar’ uma maior espontaneidade na apresentação. O Fantástico é uma revista eletrônica que está sempre à frente, nas notícias e na linguagem. Um programa que está sempre de olho nas tendências e, por isso, surpreende. E eu espero que todos continuem se surpreendendo com a gente.”

Sem mais artigos