O Dia Nacional da Visibilidade Lésbica é comemorado em 29 de agosto. Nessa data, em 1996, aconteceu no Rio de Janeiro o I Seminário Nacional de Lésbicas, promovido pelo Coletivo de Lésbicas do Rio de Janeiro.

Para celebrar a data, a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo promove o Festival de Cinema Lésbico, de 28 a 30 de agosto, com filmes exibidos no MIS – Museu da Imagem e do Som, em São Paulo.

O Festival abre na quinta (28), às 18h, com a exibição de Cassandra Rios: A Safo de Perdizes (2013), documentário longa-metragem dirigido por Hanna Korich, focalizando a vida e a obra da eterna escritora “maldita” Cassandra Rios (1932-2002). Na sequência será exibido o curta Meu Mundo É Esse (2009), de Márcia Cabral, que denuncia o preconceito contra mulheres negras e lésbicas.

Na sexta (29) às 18h, o documentário média-metragem Lésbicas no Brasil (2004) mostra diversas ações e conquistas do movimento lésbico brasileiro. Após o filme haverá debate com a diretora Maria Angélica Lemos.

No sábado (30), às 16h, é a vez do documentário longa-metragem São Paulo em Hi-Fi (2013), de Lufe Steffen, que retrata a noite LGBT paulistana nas décadas de 60, 70 e 80. Após o filme, também haverá debate com o diretor.

Fechando o Festival, será exibido no sábado às 19h30 0 longa francês de ficção Tomboy (2012, de Céline Sciamma), que mostra uma garota de 10 anos que vive com dupla identidade: menino e menina.

Festival de Cinema Lésbico
MIS – Museu da Imagem e do Som
Auditório LABMIS (64 lugares)
Av. Europa, 158 – Jardim Europa – SP
28, 29 e 30 de agosto
Entrada Franca

Sem mais artigos