Moses Farrow, filho adotivo de Woody Allen com Mia Farrow, não acredita na carta em que sua irmã, Dylan Farrow, conta que foi molestada pelo cineasta quando ela tinha sete anos de idade.

À revista People, Moses disse: “Claro que Woody não molestou minha irmã”. O irmão de Dylan acredita que, na verdade, sua mãe, Mia, é a responsável por toda a acusação.

“Minha mãe martelou isso na minha cabeça para me fazer odiá-lo por ter separado a família e ter abusado sexualmente da minha irmã”, relatou à revista.

“E eu o odiei por causa dela por anos. Agora, eu vejo que foi um jeito de ela se vingar porque ele se apaixonou por Soon-Yi.”

Moses, que é um estranho para a maioria de sua família (mas é próximo de Allen e Soon-Yi), explicou: “O dia em questão – que suspotamente Allen teria molestado Dylan -, havia seis ou sete pessoas da família em casa. Todos nós ficamos em lugares ‘públicos’ e nenhum deles, nem meu pai nem minha irmã, ficaram sozinhos juntos em algum cômodo da casa.”

“Minha mãe estava fazendo compras. Eu não sei se a minha irmã realmente acredita que ela foi molestada ou se ela está tentando agradar minha mãe. Agradar a minha mãe é uma boa justificativa, já que estar contra sua vontade é muito perigoso”.

“Acho que a minha irmã está perdendo muito por não se reconectar com o pai, que sempre a adorou.(…) Estou muito feliz por ter tomado conhecimento do meu poder e me separado da minha mãe, o que levou a um reencontro positivo com meu pai”.  

Moses ainda acusa a mãe de agredir os filhos. “Nossa mãe fez o público acreditar erroneamente que vivíamos em um casa feliz, cheia de filhos biológicos e adotados. Desde cedo, minha mãe exigia obediência e eu apanhava frequentemente quando criança. Ela tinha surtos desenfreados se nós a irritávamos”, afirmou.

Resposta de Dylan

Dylan respondeu às acusações de Moses, dizendo à revista que “foi uma traição à ela e à toda família”.

“Minhas memórias são a verdade e elas são minhas e eu viverei com elas pelo resto da minha vida… Minha mãe nunca me alienou. Ela nunca plantou memórias falsas no meu cérebro.”

 

Filho adotivo de Woody Allen defende pai de acusação de abuso sexual: "Claro que Woody não molestou minha irmã"

Sem mais artigos