O novo filme protagonizada por Miley Cyrus, Lola, que conta com Demi Moore como co-estrela, arrecadou US$ 46,5 mil durante o primeiro fim de semana passado em cartaz, resultado próximo ao alcançado por Os Vingadores em cada uma das salas onde foi exibido, informou nesta terça-feira o site Movie City News.

Lola, uma comédia romântica adolescente com Miley no papel de estudante confusa com seus sentimentos, foi exibida em 105 salas com uma média de US$ 440 por cópia, o número mais baixo entre os filmes atualmente em cartaz. Os Vingadores, que estreou em 4.349 cinemas, recolheu US$ 207,3 milhões – a maioria arrecadação para um filme nos Estados Unidos em seu primeiro fim de semana -, uma média de US$ 46,1 mil dólares por sala.

“Obrigada por todos que foram ver Lola. Foi um filme que gostei muito de fazer e que me deixou orgulhosa. Isso é o que realmente importa”, escreveu Miley em seu perfil oficial do Twitter.

O filme da diretora francesa Lisa Azuelos (uma versão do original dirigido por ela mesma), também conta com a participação de Demi Moore e Ashley Greene, da saga Crepúsculo. No entanto, apesar dos nomes conhecidos, não teve o apoio da distribuidora Lionsgate, que mal investiu em material publicitário para divulgar a estreia do longa-metragem.

O film não teve pré-estreia, Miley não deu entrevistas para os grandes meios de comunicação e nem sequer houve exibição aos críticos, segundo diversos jornais. Só algumas mensagens foram publicadas em sites dedicados à atriz, como mileycyrusworld.org ou mileyraycyrus.org, que pediam para as pessoas irem aos cinemas e ajudar na arrecadação do filme.

Os críticos de cinema consideravam que Lola marcaria a maturidade artística de Miley – famosa entre adolescentes após a atuação em Hannah Montana – e a confirmação de seu poder de atrair bilheteria, após os bons resultados de A Última Canção (2010).

Seu próximo filme será a comédia So Undercover, que chegará aos cinemas no final de junho, onde divide cenas com Joshua Bowman e Jeremy Piven. 

Sem mais artigos