Marcos Winter é Vicente, censor da ditadura militar, na série “Magnífica 70”, ambientada na Boca do Lixo

Marcos Winter ainda era bem jovem quando, em 1973, a ditadura brasileira estava em seu pior auge, com prisões, repressões e censura, muita censura, mas sentiu em casa esse ambiente repressor. “Fui criado de forma ditatorial, apanhei muito da minha mãe”, contou o ator, que vive um censor na série Magnífica 70, durante coletiva num hotel na zona sul de São Paulo, no começo de maio. “Falo pra minha mãe: ‘se você tivesse me criado hoje tava na cadeia'”, brincou.

O ator paulista, que nasceu em 1966, dois anos depois da instalação do período militar, cresceu na Penha, bairro da zona leste de São Paulo, onde, segundo ele, a possibilidade de a informação chegar ali “era muito pouca”. “A gente sofria as consequências da censura no dia a dia, não podia sair de casa, não podia ficar na esquina, tinha medo de tudo, mas podia trabalhar. Não tinha liberdade”, relembrou.

Ele chegou a sentir na pele o trabalho da censura, já no final da ditadura, em 1984, quando começou no teatro. “Antes de estrear a peça, tinha que buscar as velhinhas da censura na casa delas, levar pro teatro, fazer uma sessão só para elas e ficar rezando”, disse.

Na série dirigida por Cláudio Torres, Winter é Vicente, homem na faixa dos quarenta anos que trabalha como censor no Departamento de Censura de São Paulo, cuja função é assistir e classificar filmes da época. Ele é casado com Isabel (Maria Luiza Mendonça), filha do general Souto (Paulo Cesar Pereio).

Quando o censor assiste ao filme A Devassa da Estudante fica fascinado com a atriz Dora Dumar (Simone Spoladore). Esse fascínio vai mudar totalmente sua vida e vai levá-lo à Boca do Lixo, região mítica da Luz, centro de São Paulo, onde se concentravam produtoras independentes de cinema na década de 70. Lá ele se envolve com ela e com o produtor de cinema Manolo (Adriano Garib), da produtora Magnífica.

Produzida pela HBO Latin America e com realização da Conspiração Filmes, a primeira temporada da produção estreia em 24 de maio e tem 13 episódios de uma hora.

Sem mais artigos