Gary Oldman, um dos atores mais disputados para papeis coadjuvantes em Hollywood, soltou o verbo em uma entrevista à revista Playboy norte-americana. Ele defendeu os surtos antissemitas de Mel Gibson, diminuiu os talentos de Robert de Niro e também soltou farpas sobre o Globo de Ouro, premiação organizada pela Associação de Imprensa Internacional.

“É um evento sem o menor significado. A Associação de Imprensa Internacional está brincando ao dizer que algo está acontecendo. Eles são ridículos. São 90 zé-ninguém batendo punheta”, disse o ator, que viveu o Inspetor Gordon na última trilogia Batman. 

O ator estreia no dia 25 de julho com o filme Planeta dos Macacos: O Confronto.

Sem mais artigos