"Homem hétero não pega Aids". Marcelo Dourado mandou uma das declarações mais lamentáveis da história do BBB.

Reprodução “Homem hétero não pega Aids”. Marcelo Dourado mandou uma das declarações mais lamentáveis da história do BBB.

Na edição atual do BBB, Emilly causou polêmica ao dizer que a paratleta Marinalva se aproveita de sua deficiência para ir bem no jogo e que Ieda, de 70 anos, sai em vantagem por “ser idosa”.

“Acho que pro Brasil é critério, porque ela é deficiente. Ela e a Mama se aproveitam. No ao vivo você pode perceber que o Tiago fala sempre com elas, uma por ser deficiente e outra por ser idosa. Mas a Mari, olha, ela é maldosa”, disse a sister.

Declarações lamentáveis, como sabemos, não são novidade no BBB. Aqui listamos algumas das mais desastrosas, para dizer o mínimo:

As frases mais lamentáveis da história do BBB

“Se eu não usar desodorante, fico com cheiro de neguinha”. Franciele disse isso durante o BBB14.
“Parece o Valderrama”. Manoel sobre o cabelo de Gabriela Flor, no BBB17.
“Acho que pro Brasil é critério, porque ela é deficiente. Ela e a Mama se aproveitam. No ao vivo você pode perceber que o Tiago fala sempre com elas, uma por ser deficiente e outra por ser idosa. Mas a Mari, olha, ela é maldosa”. Emilly soltou essa pérola na edição atual do BBB.
“E eu acho que assim, uma afrodescendente costuma se relacionar com afrodescendentes. E eu pensei 'pô, aguenta tudo'. E eu atravessei. E até hoje sou acusado de assassinato, entende?”. Cássio falou para Tatá Werneck, que fazia uma participação no programa. A declaração gerou uma grande polêmica na época.

"Homem hétero não pega AIDS": relembre as frases mais lamentáveis da história do BBB

Sem mais artigos