Jared Leto, que interpreta um transgênero no filme The Dallas Buyers Club, disse em entrevista ao site The Huffington Post que não queria interpretar uma “drag queen clichê”.

“Conheci uma garota jovem que era transgênero enquanto estava em turnê [Com a banda 30 Seconds From Mars, da qual é vocalista]. Duas, na verdade, na mesma semana. Acho que elas me ajudaram a entender a dimensão que é essa escolha. É a escolha de viver a vida como mulher, não é uma questão de colocar outras roupas e se divertir”, revela.

No longa-metragem, Leto vive um transgênero portador do vírus HIV que vive na homofóbica cidade de Dallas, no Texas – isso em 1985. Para atuar no longa, além a mudança estética foi além do vestuário: o músico teve perder mais de 20 quilos, a ponto de ficar irreconhecível.

O ator e cantor contracena com Matthew McConaughey, que vive um eletricista heterossexual que passa a traficar medicamentos para lutar contra o vírus – e acaba sendo procurado por outras vítimas da doença. 

O filme, dirigido por Jean-Marc Vallée (de C.R.A.Z.Y. – Loucos de Amor) estreou nos Estados Unidos no dia 22 de novembro. Não há previsão de estreia no Brasil.

Sem mais artigos