The Master, com Joaquin Phoenix e Philip Seymour Hoffman

Joaquin Phoenix, em cena do filme The Master

O ator Joaquin Phoenix, que concorreu a dois prêmios Oscar por, Johnny & June e Gladiador, mostrou seu desprezo mais absoluto pela temporada de prêmios de Hollywood da qual quer ficar afastado, segundo disse em entrevista publicada nesta quinta-feira na internet para a revista Interview Magazine.

Phoenix, de 37 anos e nascido em Porto Rico, classificou como uma “sandice total” todo o circo em torno dos prêmios e garantiu que não quer “ser parte disso”.

“Não acredito nisso. É uma cenoura, mas é a pior cenoura que já provei em toda minha vida. Não quero essa cenoura”, declarou o ator, que repetiu essa mesma mensagem hoje no Twitter.

Phoenix respondeu assim quando foi questionado pela publicação sobre qual era sua atitude perante a campanha de seu último filme, The Master (veja fotos acima), para os prêmios máximos da sétima arte, uma vez que o ator é cogitado como candidato à estatueta.

“É algo totalmente subjetivo. Colocar pessoas umas contra as outras… É a coisa mais estúpida de todo o mundo. Foi um dos períodos mais incômodos da minha vida quando Johnny & June foi selecionado para disputar os prêmios. Não quero ter essa experiência nunca mais”, insistiu Phoenix.

Joaquin Phoenix se juntou a uma lista de artistas que se negam a fazer parte das corridas pelos prêmios, tais como Christian Bale, Sean Penn, Woody Allen e antes deles, fcomo iguras Marlon Brando, entre outros.

Em 2008, Phoenix chamou a atenção quando anunciou sua retirada do cinema para se dedicar à música, uma manifestação surpreendente que era na verdade uma falácia e foi uma tentativa do ator de dar verossimilhança ao documentário intitulado I’m Still Here que narrava suas tentativas como cantor.

Joaquin Phoenix diz que nunca mais quer concorrer ao Oscar

Sem mais artigos