O produtor de O Cavaleiro Solitário (2013), Jerry Bruckheimer, falou sobre o péssimo desempenho de bilheteria do filme no mercado norte-americano.

A expectativa é de que a Disney tenha um prejuízo entre US$ 160 milhões (R$ 363 mi) e US$ 190 milhões (R$ 430 mi) após arrecadar apenas US$ 86 milhões nas bilheterias dos cinemas nos EUA. O filme custou aos estúdios US$ 215 (quase R$ 500 milhões).

Ao jornal The Guardian, Bruckheimer — que está acompanhando Johnny Depp mundo afora para promover o filme — limitou-se a dizer: “O público diz o que funciona, e o que não funciona”.

“Não é tão simples assim, mas dá para perceber quando o público está gostando do filme. Você aprende com o comportamento da plateia. Aprende mais ainda com os erros do que com os acertos”, afirmou o produtor.

“Só dá para perceber que você poderia ter feito algo melhor depois que o filme está pronto. Ai você melhora no próximo filme, e tenta não repetir o que deu errado antes”, explicou.

Johnny Depp, Armie Hammer e Jerry Bruckheimer atribuíram o fracasso do filme à imprensa. Armie ressaltou que os críticos estavam “atirando” meses antes de o filme ser lançado.

“Esta é a forma como os críticos americanos trabalham: eles estavam ‘atirando’ para todos os lados enquanto nosso filme ainda estava na fase inicial. A maioria das análises foi escrita nessa fase”, justificou Hammer.

“Acredito que as críticas começaram a ser escritas quando souberam que eu e Jerry iríamos fazer O Cavaleiro Solitário. Eles criaram expectativas, queriam que fosse um blockbuster. Eu não fiz o filme com essa expectativa. Nunca tive”, adicionou Johnny Depp.

Sem mais artigos