Mario Sergio Conti chamou Lennon de “mais ou menos” na Globo

Quem aí ainda não sabe da importância que Os Beatles tiveram para a música mundial na década de 60. Lembrados até hoje por canções marcantes, é quase raro ver alguém que nunca ouviu falar da banda e diz não gostar do som.

Mas o jornalista Mario Sergio Conti compartilhou no Jornal GloboNews uma opinião um tanto quanto impopular no meio dos amantes do bom rock and roll. Chamou John Lennon de “mais ou menos”.

Conti comentava sobre a reabertura de locais em São Paulo, que está na fase verde do Plano SP, de retomada do comércio e demais locais ainda no momento de pandemia, e falou sobre a exposição sobre Lennon no MIS (Museu da Imagem e do Som).

“Temos o John Lennon no Museu da Imagem e do Som, um projeto do Paulo Mendes da Rocha muito bonito. John Lennon para mim é mais ou menos, prefiro ficar em casa”, disse Conti.

A apresentadora do programa, Aline Midlej riu da opinião e discordou, com elegância. “Querido Conti, toda a minha admiração por você, que é um gigante do nosso jornalismo. Maeu eu devo discordar, eu acho o John Lennon um cara espetacular, estou louca para pisar no MIS!”.

Sem mais artigos