Kevin Spacey, o protagonista da série House of Cards, foi acusado por um jornal mexicano de receber US$ 8 milhões para tirar uma selfie com o presidente do México, Enrique Pena. Kevin, que vive o congressista Francis Underwood na trama, esteve no país no início do mês para uma conferência. Ainda de acordo com a publicação, ele teria recebido o dinheiro do governo mexicano como uma estratégia de marketing. 

A selfie foi postada por Enrique Pena e pelo ator. Na rede social Twitter, Pena chegou a comentar que não poderia revelar detalhes da terceira temporada da atração, que é exibida pelo Netflix.

Pelo Twitter, Spacey rebateu as acusações. “A história sobre o governo mexicano ter pago US$ 8 milhões para tirar uma foto é mentira. O encontro não foi planejado”, explicou.

 

Sem mais artigos