Kristen Stewart não vê suas cenas de nudez em Na Estrada, filme do diretor brasileiro Walter Salles, como um ato de coragem. Em entrevista ao site Huffington Post, a estrela da Saga Crepúsculo disse que fica irritada quando elogiam sua performance por conta das sequências em que ela aparece topless.

“Eu realmente odeio quando as pessoas dizem, ‘Oh, que grande performance. Que corajosa’. Só porque eu estou pelada? Isso é muito irritante. Mas, ao mesmo tempo, se é nisso que as pessoas estão focando, Na Estrada não é um filme para elas, de qualquer forma”, disse.

Ela defende que as cenas de nu no filme, baseado no livro clássico Na Estrada, de Jack Kerouac, são totalmente necessárias. “Depois de mostrar os peitos em um filme, as atrizes amam dizer que isso foi feito com muito gosto e que a cena está longe de ser gratuita. Existem poucos projetos que requerem esse tipo de cena. E eu acho que, nesse, caso, precisava ser assim. O livro celebra estar vivo e de ser um humano, e se você quiser disfarçar isso, estará indo contra o espírito da obra”, disse.

O filme, que estreou em julho no Brasil, chega aos cinemas dos Estados Unidos apenas agora, no próximo dia 21 de dezembro.

Sem mais artigos