Quentin Tarantino queria Brad Pitt em seu próximo filme, mas pode acabar levando Leonardo DiCaprio. De acordo com o site Deadline, o diretor e o ator já estão conversando sobre a (grande) possibilidade de DiCaprio ficar com o papel de Calvin Candie, o vilão de Django Unchained.

Candie é o dono do Candyland, um clube em Greenville, Mississipi, onde escravas são exploradas sexualmente e escravos são obrigados a participar de lutas. Sua história cruza a de Django quando ele ganha a mulher deste, Broomhilde, em um jogo de cartas.

Disposto a resgatá-la, Django, um ex-escravo liberto, conta com a ajuda de Schultz, um ex-dentista e agora caçador de recompensas alemão (Christoph Waltz) que ensina a ele os truques de sua atividade.

Além de Waltz, outro nome já confirmado no elenco é o de Samuel L. Jackson, que será Stephen, o braço direito de Calvin Candie. Segundo o italiano Franco Nero, um veterano no gênero spaghetti western, ele, Treat Williams e Keith Carradine também irão participar do filme, que será uma homenagem ao gênero, mas ambientado na época da escravidão nos Estados Unidos.

Will Smith

Esta não é a primeira vez que Tarantino idealiza DiCaprio como um de seus vilões. O ator foi o primeiro em quem ele pensou quando estava escalando o elenco de Bastardos Inglórios. Mas, depois de decidir que queria alguém um pouco mais velho e que falasse alemão, acabou entregando o coronel Hans Landa ao austríaco Christoph Waltz – que levou um Oscar por isso.

Não chega, portanto, a ser uma surpresa que ele agora queira DiCaprio novamente, já que, pelo roteiro do novo filme, o vilão parece ter muito em comum com Landa: ambos são donos de personalidades complexas, podendo ser frios e cruéis, mas também refinados e carismáticos.

No entanto, se as chances de conseguir DiCaprio são grandes, as de contar com Will Smith como protagonista parecem ter diminuído. Tanto que já existem outras opções para o papel de Django: Idris Elba (Thor) – que recentemente deu a entender no Twitter que já tinha até se encontrado com alguém da produção, Jamie Foxx (Ray) e Chris Tucker, que trabalhou com Tarantino em Jackie Brown.


Sem mais artigos