O ator Liam Neeson (A Lista de Schindler) veio à público para acabar com os boatos de que Mel Gibson (Máquina Mortífera) estaria furioso com ele por causa das gravações de Se Beber Não Case 2, onde Neeson substitui Gibson no papel de um tatuador da Tailândia.

A sequência da comédia mais assistida de 2009 e que arrecadou mais de US$ 500 milhões no mundo todo, contará novamente com Bradley Cooper, Ed Helms, Zach Galifianakis e Justin Bartha no elenco. Gibson, porém, foi cortado no mês passado por causa de seus recentes problemas com a justiça dos EUA.

Em uma entrevista, Neeson comentou que falou com Gibson após concluir as gravações do filme. Segundo o ator, Mel não estaria furioso, conforme os jornais haviam publicados.

“Aparentemente sim, eu fiquei com um papel que seria dele”, comentou Neeson. “Mas eu não sabia disso quando aceitei. Depois eu falei com ele. Mel está bem tranquilo com tudo isso. Eu e ele fizemos um filme juntos há uns 20, 25 anos atrás. Faz um tempão já, então a gente se conhece.

Quem também volta ao segundo filme da série e o Campeão Mundial de Pesos-Pesados Mike Tyson que já fez uma pequena, porém brilhante, aparição no primeiro filme e foi para a Tailândia em novembro para gravar suas cenas.

Em uma entrevista ao site NYPost, Tyson aproveitou para deixar claro que não quer se meter na confusão envolvendo a demissão de Gibson, que apareceria como um tatuador e foi substituído por Liam Neeson.

“Nunca na minha vida eu vou apontar o dedo para ninguém. Não vivo em uma casa de vidro. Ninguém vive. Eu trabalho com qualquer um, desde que as pessoas sejam respeitosas”, disse.

“Todos nós temos esse cara – Mel Gibson – dentro de nós. Nós só não queremos que as pessoas sejam expostas a isso. Talvez ele precise de ajuda. Todos precisamos de ajuda e precisamos de alguém para conversar. Não sou contra ele, mas também não o apoio”, completou.

Já o diretor de Se Beber, Não Case, Todd Phillips, acabou tendo que voltar a falar da dispensa de Gibson após a confirmação de Tyson – que já chegou a ser condenado e cumpriu pena por estupro, além de outras acusações de agressão.

Durante a coletiva de lançamento de outro filme seu, Um Parto de Viagem, Phillips respondeu aos jornalistas que tocaram novamente no assunto. “Alguém estava me fazendo um favor em aparecer dois minutos em cena, e nós mudamos isso. Não foi tipo demitir alguém. Ele (Gibson) estava só fazendo um favor desde o início”, afirmou.

Liam Neeson: Mel Gibson tranquilo com Se Beber não Case 2

Sem mais artigos