Comparada na internet a Carminha, vilã de Avenida Brasil, a personagem Cora, vivida por Marjorie Estiano em Império, caiu no gosto do público.

A atriz que vive a megera terá passagem meteórica pela novela – a partir desta quinta-feira (24) será substituida por Drica Moraes, que assume a fase madura da vilã. Mesmo assim, Marjorie defende as maldades de Cora, que separou a irmã Eliane (Vanessa Giácomo) do seu amor, José Alfredo.

“Acho que todos os personagens dele têm um lado humanizado, uma maldade justificada”, analisa. “Cora é extremamente egocêntrica e controladora, projeta a vida em cima da irmã, faz as escolhas por ela, só que a Eliane permite tudo isso. Ou seja, essa vilania também tem uma outra leitura. Se a irmã tivesse mais pulso, Cora não teria esse poder todo.”

Sem mais artigos