O ator e diretor americano Mel Gibson será premiado em julho no Festival de Karlovy Vary com um Globo de Cristal em reconhecimento a sua extraordinária contribuição ao cinema, anunciou nesta terça-feira o presidente do evento, Jiri Bartoska.


Gibson será a estrela convidada na abertura da 49ª edição do festival tcheco, que será realizada na cidade de 4 a 12 de julho.

O célebre cineasta dirigiu e protagonizou em 1995 “Coração Valente”, que recebeu cinco prêmios Oscar, entre eles os de melhor filme e melhor diretor.

Gibson também foi indicado aos prêmios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas por “A Paixão de Cristo” e “Apocalypto”.

Este filme, que trata sobre o fim do império maia, será projetado em Karlovy Vary durante uma sessão com o público na qual o cineasta, de 57 anos, participará.

Também participará do festival a atriz francesa Fanny Ardant, companheira sentimental e colaboradora durante anos do diretor François Truffaut.

Ardant apresentará em Karlovy Vary seu último e até agora terceiro trabalho como produtora, “Cadences obstinées”.

No festival estarão, além disso, a atriz americana Laura Dern (“Coração selvagem” e “Jurassic Park”) e as produtoras italianas Alice Rohrwacher, que obteve neste ano o Grande Prêmio Especial do Jurado de Cannes com “Le meraviglie”, e “Asia Argento”.

O presidente do júri principal será o produtor espanhol Luis Miñarro, que ganhou o festival tcheco em 2010 com “La Mosquitera” e que agora apresentará seu último trabalho, “Estrella fugaz”.

O filme de encerramento do festival será a co-produção argentina-espanhola “Relatos selvagens”, uma comédia assinada por Damián Szifrón e produzida por Pedro e Agustín Almodóvar. 

Sem mais artigos