Em um ano atípico, em que inúmeros lançamentos precisaram ser adiados em decorrência da pandemia, a Warner Bros. recorrerá a uma ação inédita para lançar “Mulher-Maravilha 1984”. A data foi mantida para o dia 25 de Dezembro, mas o longa irá estrear simultaneamente nos cinemas e na plataforma HBO Max.

De acordo com a Variety, os territórios que ainda não são contemplados pelo serviço terão a estreia antecipada para o dia 16 de Dezembro. Apesar deste ser o caso do Brasil, o estúdio não confirmou nenhuma data. Nos Estados Unidos, o longa ficará disponível no site de streaming por um mês e sem custo adicional aos assinantes.

“Esse é um filme realmente incrível que ganha vida nas telonas e, trabalhando com nossos parceiros de exibição, daremos esta opção aos consumidores dos Estados Unidos, onde os cinemas estiverem abertos. [Mas] percebemos que muitas pessoas não poderão ir aos cinemas por causa da pandemia, então também queremos lhes dar a opção de assistir a ‘Mulher-Maravilha 1984’ pela plataforma da HBO Max”, explicou a CEO da WarnerMedia Studios, Ann Sarnoff.

A diretora Patty Jenkins se pronunciou no Twitter. Ela espera que o Natal dos fãs, que foram tão pacientes, possa ser um pouco mais alegre com esta ação.

“O momento chegou. Em algum ponto, você precisa escolher compartilhar todo o amor e alegria que tem acima de qualquer outra coisa. Amamos nosso filme, assim como amamos nossos fãs, então realmente esperamos que nosso filme possa leva um pouco de alegria a todos vocês neste feriado”, declarou.

A pandemia fez com que “Mulher-Maravilha 1984” sofresse alguns adiamentos ao longo do ano. Originalmente previsto para o dia 5 de Junho, foi reagendado para 2 de Outubro mas, em Setembro, foi decidido que a estreia ocorreria somente no Natal, em 25 de Dezembro.

A nova estratégia não agradou muitos  internautas. Confira a reação no Twitter:

Sem mais artigos