O Faustão mandou um beijo pro Caçulinha

TV Globo/Divulgação O Faustão mandou um beijo pro Caçulinha

Tudo corria normalmente no Domingão do Faustão neste domingo. Fausto Silva pressionava seus convidados musicais do Ding Dong, que estava especialmente nostálgico, a comentar a situação política do país, dava bronca na equipe ao vivo, criticava as Videocassetadas que não curtia. Enfim. Coisas de um dia comum.

Até que ele resolveu mandar beijo para o Caçulinha.

“Um beijo para o Rubens Antônio da Silva, o grande Caçulinha”, disse ele, despretensiosamente. Desde a saída do músico do Domingão e, consequentemente, da Globo, boatos correm pela imprensa especializada alegando desentendimentos entre os dois (ex?) amigos. Até então, o apresentador não havia se manifestado, ao contrário de Caçulinha, que chegou a comentar a questão em programas de outras emissoras.

“Não tenho nada contra o Fausto, ele foi uma pessoa que me ajudou. Apenas tivemos alguns pontos de vista diferentes. Eu cheguei a mostrar a eles, e ele falou: ‘não, Caçula, não me interessa isso aí'”, contou ele ao Gugu, na Record. “O programa mudou. Eu fiquei sozinho fazendo um quadro. Tudo mudou de rumo. Não tinha por que eu continuar lá. Acabaram as músicas, acabaram as bandas, eu fiquei sozinho. Fiquei sem saber o que fazer”, também afirmou.

A manifestação genuína de amor e afeto de Faustão foi tão inesperada que quase ninguém reparou.

Sem mais artigos