A autora Helen Fielding, criadora da divertida personagem Bridget Jones, contou que não haverá cenas de sexo no novo capítulo da franquia. Segundo ela, é difícil e constrangedor conviver com comentários gerados por tais cenas.

Ao tomar esta decisão, Helen faz exatamente o contrário de E L James, respnsável por Cinquenta Tons de Cinza, primeiro livro de uma trilogia erótica que já vendeu mais que Harry Potter em alguns países.

“Conviver com comentários sobre cenas de sexo que eu escrevi é muito constrangedor. Sempre penso: ‘que bom para E L James’. É uma obra muito corajosa. E as pessoas parecem gostar muito. Não posso criticar, porque eu nunca faria melhor”, disse.

No início de julho, a produtora Working Title Films anunciou que a produção do terceiro filme da franquia Bridget Jones começará a ser produzido em breve.

Os dois primeiros filmes, lançados em 2001 e 2004, arrecadaram juntos cerca de US$ 540 milhões.

Ainda não há novidades sobre roteiro ou data de lançamento.

Novo Bridget Jones não terá cenas de sexo

Sem mais artigos