O mais novo filme do diretor Larry Clark é The Smell of Us (O Cheiro da Gente, em tradução livre), e está estreando no Festival de Veneza, dentro da mostra paralela Venice Days.

Consagrado por seu filme de estreia, Kids (1995), Clark nunca mais obteve o mesmo sucesso. O veterano fotógrafo (hoje com 71 anos) estreou na direção de cinema aos 52, e conquistou as plateias mundiais com Kids, que retratava de forma crua e chocante o universo adolescente, repleto de sexo, drogas e skates.

Esse mesmo universo se repetiu, com diferentes variações, nos seis filmes seguintes de Clark – com destaque para Bully (2001), Ken Park (2002) e Wassup Rockers (2006). O novo The Smell of Us segue a mesma trilha.

A trama focaliza um grupo de jovens skatistas em Paris (a produção do filme é francesa), alguns deles garotos de programa. Como o protagonista Math (Lukas Ionesco), objeto de desejo do amigo JP (Hugo Behar-Thinieres). Mas Math só fica com homens por dinheiro, frustrando JP.

Outro personagem do filme é o “tiozinho” Rockstar, interpretado pelo próprio Larry Clark. E ainda há uma participação especial de Michael Pitt (que atuou em Bully).

Embora seja um diretor (e principalmente um fotógrafo) cultuado por muitos, Clark vem sendo bombardeado pela crítica em seus filmes mais recentes. The Smell of Us parece que não escapará a essa tendência: as primeiras críticas, a partir da exibição do filme em Veneza no domingo (31), não tem sido positivas.

Ainda não há data de estreia prevista para o filme no Brasil.

Sem mais artigos