Preta Gil falou sobre o quadro Medida Certa, do Fantástico, nesta quarta-feira (16) no programa Encontro com Fátima Bernardes. “Eu falo que nunca vou ficar magra. Isso não é do meu biotipo. Foi isso que eu quis mudar nas mulheres que se identificam comigo: vou continuar cheinha, mas com saúde”, declarou.

Ela diz que tem recebido elogios e apontou que 51% da população brasileira está cima do peso. “Me vi como uma mulher que pode motivar outras mulheres a se cuidarem. Tanto é qua antes de eu aceitar, algumas pessoas disseram que eu seria criticada porque sempre levantei a bandeira de que me aceitava, de que as gordinhas iam se sentir traídas”, esclareceu.

No programa, a cantora falou ainda sobre as dificuldades sobre mudar seus hábitos na frente das câmeras. “Eu era sedentária apesar de ser muito ativa no palco. Uma coisa interessante que o Atala falou para me convencer foi justamente o meu problema no joelho, que eu operei duas vezes. Estava sentindo muita dor no shows.”

Sua meta, agora, é diminuir o percentual de gordura e aumentar o de massa magra. “Ganhar massa muscular é o que vai me fazer ter mais qualidade de vida. estava tendo uma vida sem autonomia, saia do palco com gelo e mancando. Ia para uma festa e não podia dançar. Como eu, Preta Maria, não vou dançar? O médico disse que eu tinha um organismo de uma mulher de 80 anos. Ou seja, minha avó está sambando na minha cara. Imagina seu bater as botas 55 anos?”, brincou.

Preta Gil participa do Medida Certa, que vai ao ar todos os domingos no Fantástico, da TV Globo, ao lado de Fabio Porchat, Gaby Amarantos e César Menotti

Sem mais artigos