Quem estava se mordendo de curiosidade para conhecer os rostos (e corpos) das novas panicats do Pânico na Band, que estreou nesse domingo (1°), ficou chupando o dedo. A identidade das moças ainda não foi revelada. O humorístico, no entanto, não decepcionou quanto aos seus novos personagens, Otário Mesquita, inspirado no apresentador Otávio Mesquita, e Boris, baseado no jornalista Boris Casoy.

As novas panicats passaram o programa inteiro vestidas com sobretudos e os rostos cobertos com máscaras do filme V de Vingança. O apresentador Emílio Surita pediu desculpas aos telespectadores e prometeu que a identidade delas será revelada no próximo domingo. “Me perdoem, mas hoje é primeiro de abril, dia da mentira. Eu prometo que de domingo que vem não passa”, afirmou.

A assistente de palco Babi Rossi continua como integrante do humorístico. Ela foi a única panicat dos tempos de RedeTV! que não foi dispensada. “Não é pegadinha. Vim para ficar”, disse. Val Marchiori, uma das participantes do reality Mulheres Ricas, também realizou uma participação no programa.

O humorístico estreou os novos personagens Otário Mesquita – interpretado por Guilherme Santana, ex-MTV e novo integrante da trupe – e Boris Casoy – feito pelo Carioca. Dois novos quadros também foram ao ar. Em O Maior Arregão do Mundo, os integrantes passaram por provas de dor e resistência, enquanto no quadro Prainha Gente Fina, César Polvilho e Vesgo fizeram piadas com banhistas na praia.

A estreia do Pânico na Band registrou 11 pontos no Ibope, com picos de 14. A Globo, líder no horário, marcou 17, com o Fantástico. Cada ponto no Ibope equivale a 58,3 mil domicílios na Grande São Paulo.

Sem mais artigos