Sabina, interpretada por Keira Knightley em Um Método Perigoso, foi criada pelo roteirista Christopher Hampton com Julia Roberts em mente. Mas o projeto inicial nunca foi adiante e foram necessários quase 20 anos para que o personagem ganhasse vida nas telas.

A história foi contada pelo diretor David Cronenberg, em uma conversa com o site WENN. “Hampton escreveu um roteiro para Julia Roberts chamado Sabina e era para a Fox”, disse.

“Acho que foi há 17 anos e não aconteceu por um motivo qualquer, e ele então perguntou a eles se teria a permissão de fazer uma peça a partir daquilo. Então, na verdade, foi realmente um roteiro primeiro e foi baseado em muitas coisas”, acrescentou, explicando a origem da peça The Talking Cure, usada como base para seu filme.

Em Um Método Perigoso, Sabina Spielrein é uma jovem russa de 18 anos internada no Hospital Psiquiátrico de Burgholzli, com diagnóstico de psicose histérica. Ela se torna amante de Jung (Michael Fassbender) e confidente de Freud (Viggo Mortensen). Mais tarde, ela mesma acaba se tornando uma psicanalista.

Sem mais artigos