Julie Gayet, atriz francesa apontada como pivô da separação de François Hollande, cancelou sua visita ao Brasil. Ela iria promover o filme O Palácio Francês, de Bertrand Tavernier, no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Brasília.

A visita foi cancelada por conta de “um imprevisto em um filme da produtora de Julie”, de acordoc om a Imovision. A escolha de visitar o Brasil, de acordo com rumores, teria sido da própria atriz.

O longa-metragem rendeu a ela uma indicação ao prêmio César de melhor atriz – o Oscar do cinema francês. O filme narra a historia de Alexandre Taillard, um ministro das relações exteriores da França mais conhecido por seu estilo de vida frívolo do que seus feitos profissionais.

Após ser flagrada por um fotógrafo em imagens que revelavam um romance com o presidente francês, Hollande separou-se da namorada, a jornalista Valerie Trierweiler. Gayet ganhou um processo contra a revista francesa que divulgou as fotos e recebeu 15 mil euros de indenização.

O Palácio Francês estreia no Brasil nesta quinta-feira, dia 17.

Sem mais artigos