O complexo de vira-lata do povo brasileiro é frequentemente lembrado, principalmente quando se fala em cinema nacional. Muita gente afirma que a produção brasileira não tem qualidade. E a origem desse pensamento está lá atrás, numa fase hoje distante do nosso cinema.

FB_1552_009

Vera Fischer “inaugurou” a pornochanchada com “A Super Fêmea” (1973)

Estamos falando da pornochanchada. Esse gênero tão amado e odiado ao mesmo tempo, que reinou durante as décadas de 70 e 80. Há quem confunda pornochanchada com filme pornô – nada a ver. A pornochanchada trazia comédias picantes ou dramas existencialistas, recheados de cenas de nudez e de sexo simulado, mas sem resvalar para o pornô. A partir da metade dos 80, o gênero morreu e deu espaço (aí sim) para a produção explícita.

2z65ptw

David Cardoso, o Rei da Pornochanchada

Mas, embora tão massacrada, a pornochanchada foi um grande momento do cinema brasileiro. Basta dizer que foi o período mais rentável em termos de bilheteria – números até hoje não superados, em valores relativos, é claro.

CN_0903

“Corpo Devasso” (1980), um clássico do gênero

E como todo gênero cinematográfico que se preze, a pornochanchada teve seus ícones. Astros e estrelas que protagonizavam as hilárias, melodramáticas e bizarras tramas dos filmes – e que, naturalmente, tiravam a roupa sem cerimônia.

Pornochancheiros: por onde andam os reis e rainhas da pornochanchada brasil

David Cardoso foi o líder do gênero – tanto que o título de sua autobiografia lançada em 2013 é justamente O Rei da Pornochanchada. Helena Ramos foi a Rainha. E havia os príncipes como Ney Sant’anna e Arlindo Barreto, o primeiro-ministro Carlo Mossy, as princesas Nicole Puzzi e Aldine Muller

ninfas diabolicas, aldine muller, john doo1-blog

Aldine Muller, uma das estrelas do filão

Enfim, são muitos os atores e atrizes que iluminaram tais filmes. Na galeria a seguir, elencamos uma modesta seleção dos mais significativos. Confira suas trajetórias e por onde andam agora…

Os Reis e Rainhas da Pornochanchada

David Cardoso ficou conhecido como o Rei da Pornochanchada. E com fortes razões: ele estrelou inúmeros títulos do gênero, e passou a produzir e dirigir suas próprias fitas
Com sua produtora DaCar, David realizou filmes que bombavam nas bilheterias entre o fim dos anos 70 e início dos 80
Entre os principais títulos de seu repertório estão A Noite das Taras 2, Corpo Devasso, Pornô!, As Seis Mulheres de Adão, Corpo e Alma de Mulher...
Nos anos 80, David Cardoso realizou filmes cada vez mais ousados, já flertando com o sexo explícito que dominaria a Boca do Lixo de SP por volta de 1984
Aos 72 anos, ele faz aparições em novelas e séries de TV, e virou tema de um documentário, além de ter lançado sua autobiografia em 2013
Helena Ramos foi a grande dama da pornochanchada brasileira. Em apenas 10 anos, entre 74 e 84, estrelou nada menos do que 40 filmes
No início dos 70, esteve em obras como
No final dos 70, já era uma estrela do gênero e passou a atuar em obras mais ambiciosas, como
Mas o grande clímax de Helena foi
Aos 62 anos, Helena sumiu dos holofotes e reapareceu em um documentário do Canal Brasil sobre a fase da pornochanchada
Nascido em Tel Aviv, Carlo Mossy despontou no cinema nacional no fim dos 60, como um jovem galã em ascensão
Nos anos 70 transformou-se num ícone da pornochanchada, estrelando comédias picantes e escrachadas. Assim como David Cardoso, passou a produzir seus próprios longas
Mas nada supera o épico
Aos 69 anos, Mossy faz aparições na TV e no cinema, e lançou sua obra em DVD há poucos anos
Ao lado de Helena Ramos, Nicole Puzzi foi o grande nome feminino do filão. Estreou com uma série de filmes de títulos pitorescos:
Virou estrela do gênero e no início dos 80 já protagonizava filmes bem mais ambiciosos.
No filme, ela contracenava com Christiane Torloni. Seguiram-se muitos filmes e também papéis em novelas e no teatro
Trabalhou algumas vezes com Walter Hugo Khoury, o mestre do erotismo existencialista. Uma delas:
Aos 57 anos, Nicole apresenta no Canal Brasil o programa semanal
Ênio Gonçalves já tinha uma vasta carreira no cinema nacional, onde atuou durante toda a década de 60. A partir da metade dos 70, rendeu-se à pornochanchada e virou um astro do ramo
Seu auge no filão foi na 1ª metade dos anos 80, em filmes como
Apesar de atuar na pornochanchada, Ênio continuava requisitado pelo cinema mais cult, e trabalhou com diretores como Carlos Reichenbach
Atualmente, muitos filmes estrelados pelo ator podem ser vistos nas madrugadas do Canal Brasil
Ênio morreu em 2013, aos 70 anos, deixando uma carreira de mais de 70 trabalhos em TV e cinema, sem contar o teatro
Matilde Mastrangi surgiu nas telas no início dos 70. Desde o início, só atuou em pornochanchadas
A atriz chegou a atuar em uma novela da Globo,
Apesar de ser um grande nome da pornochanchada, em meados dos anos 80 foi migrando para o acostamento da vida artística
Casou com o ator Oscar Magrini em 1990, e hoje aos 62 anos continua optando por ficar longe do meio artístico
Filho da atriz Márcia de Windsor, Arlindo estreou no cinema no fim dos anos 70. Após alguns filmes mais cults, enveredou para a pornochanchada
Seguiram-se filmes como
Em
O ator acabou ficando famoso como um dos atores a encarnar o Bozo no SBT, nos anos 80. Recentemente, aos 62 anos, confirmou que foi viciado em drogas na época do programa infantil
Aldine Muller foi outro grande nome do filão pornochancheiro.
No clássico
Aldine também passou a trabalhar com os diretores mais sérios do gênero, como Walter Hugo Khoury, para quem atuou em
Entre 74 e 84 Aldine esteve em mais de 40 filmes
Depois dessa fase, a atriz atuou na TV e no teatro. Hoje aos 62 anos, a atriz nascida em Portugal continua nos palcos brasileiros. A peça
Filho do grande cineasta Nelson Pereira dos Santos, Ney Sant'anna estreou em filmes dirigidos pelo pai. No final dos 70, esteve em pornochanchadas
Uma delas foi
O auge de Ney no cinema foi com a pornochanchada cult
Em 78, Ney foi um dos homens devorados por Sônia Braga no clássico
Aos 61 anos, Ney está afastado da vida artística, mas continua trabalhando com o pai
Aos 18 anos, a então ninfeta Simone Carvalho estrelou
Virou estrela da TV Globo e estrelou clássicos do cinema como
A maior parte de seus filmes foi dirigida pelo marido. Claudio Cunha morreu em 2015, aos 68 anos
Em 85, Simone esteve em
Depois, Simone sumiu da vida artística. Reapareceu tempos depois como pastora, e em 2015, aos 55 anos, se converteu ao judaísmo

Pornochancheiros: por onde andam os reis e rainhas da pornochanchada brasileira?

Sem mais artigos