Um dos filmes mais aguardados dos últimos tempos é Star Wars Episódio VII – O Despertar da Força. Como todo mundo sabe, trata-se do mais novo integrante da franquia Star Wars, que revolucionou o cinema e a cultura pop com seus três primeiros filmes, e depois ganhou uma segunda trilogia vinte anos depois.

star wars trailer

E agora, o Episódio VII promete reacender o sabre de luz da saga. Com estreia prevista para dezembro de 2015 (isso mesmo, daqui a um ano), já começam a pipocar efemérides para acelerar a mitologia em torno da nova produção.

E assim, veio ao mundo nesta sexta (28) o primeiro trailer oficial do filme. Com apenas um minuto e meio, o teaser mostra muito pouco. Mas o que se vê e se escuta é meio desanimador, e portanto o Virgula decidiu criticar o teaser! Então vamos lá, apontar os 5 fatos (broxantes ou legais) do teaser de Star Wars Episódio VII – O Despertar da Força. Nos julguem:

1. Voz grave e “dramática”, chata e repetitiva
O teaser já começa com uma narração em off bem canastrona. Uma voz grave e lenta tenta dar um tom de “imponência” ao trailer, mas acaba soando forçado. A tal voz se parece com vozes dramáticas de muitos trailers dos atuais blockbusters de ação. Mais do mesmo.

2. É comédia?
Depois da introdução da voz grave, entra em cena o ator John Boyega, que levanta abruptamente em pleno deserto no planeta Tatooine. Mas do jeito que ele surge, e com um efeito sonoro “de impacto”, fica uma cena cômica. Dá vontade de rir, parece que é uma paródia a Star Wars, como S.O.S. Tem um Louco Solto no Espaço (1987, de Mel Brooks).

3. Somente cenas de ação
Tudo bem, é apenas um teaser de um minuto e meio. Mas não há nenhuma cena de conteúdo da história, somente cenas de ação. A sequência principal mostra os stormtroopers marchando, naves disparando, pilotos pilotando, tudo em alta velocidade. Será que o novo filme vai ser apenas mais um blockbuster com cenas épicas de ação, computadorizadas?

Esperamos que não, pois as trilogias originais se apoiavam, antes de mais nada, em roteiros muito bem armados, com tramas e personagens fortes. Mas há uma nova esperança: o roteiro do filme é de J.J. Abrams (diretor da obra) em parceria com Lawrence Kasdan – Kasdan escreveu o Episódio V: O Império Contra-Ataca (o melhor filme da saga) e o Episódio VII: O Retorno de Jedi.

4. Star Wars ou Jogos Vorazes?
“The Dark Side!…”, murmura a voz grave, voltando à cena. E o que vemos é uma figura com capa escura, caminhando numa floresta meio congelada, e que acende um sabre de luz em formato de cruz! Parece muito com o estilo da atual franquia que domina o mundo, Jogos Vorazes.

5. Ufa! Estamos em casa
Eis que entra em ação o tema musical principal da saga, composto por John Williams e que é uma das obras-primas da história do cinema. E para acompanhar o tema, a nave Millenium Falcon, velha conhecida da saga, faz malabarismos no ar. Aí sim: começamos a reconhecer Star Wars. Surge, enfim, a vontade de ver o filme inteiro. Que venha dezembro de 2015.

Assista ao trailer e tire suas conclusões:

Teaser trailer de “Star Wars: O Despertar da Força”

 

Sem mais artigos