Hoje, 30 de janeiro, é o Dia do Quadrinho Nacional. Em homenagem à data dessa que é chamada por muitos de “a nona arte”, o Virgula listou as 10 melhores tirinhas brasileiras de todos os tempos. Olha só. Gargalhadas estão garantidas.

O Amigo da Onça
Criada pelo cartunista Péricles nos anos 40, foi a principal charge brasileira da época, publicada na revista O Cruzeiro. Ácido e irônico, o quadrinho acabou virando expressão nacional, sinônimo de falso amigo. A origem do nome do personagem vem de uma anedota antiga.

01

Graúna
Personagem de Henfil, Graúna e seus amigos, Zeferino e o Bode Orelana, residem no sofrido Nordeste brasileiro e estão sempre dando alfinetadas no governo. A ousadia do cartunista era ainda maior, pois fez as tiras em pleno período da ditadura militar, entre o final dos anos 60 e toda a década de 70.

02

Turma da Mônica
Amada por uns, odiada por outros, mas nunca esquecida, Mônica é a mais famosa personagem do mundo do quadrinho brasileiro. Cebolinha, Magali, Cascão, entre outros, completam o time. Criada por Maurício de Sousa, a tirinha estreou em jornais no início dos anos 60. A revista Mônica foi lançada em 1970 e dominou o Brasil a partir de então.

03

O Menino Maluquinho
A tira de Ziraldo nasceu nos anos 80, baseada no livro escrito pelo próprio. Virou filme, série de TV, peça teatral. Completou 30 anos em 24 de outubro de 2010.

04

Rê Bordosa
A cara dos 80, a personagem de Angeli virou mania em plena era punk / dark / new wave. Rê Bordosa é uma ninfomaníaca desbocada, que exala humor ácido e cinismo. Acabou morta pelo próprio autor, que se recusou a ficar escravo da junkie.

05

Dona Marta
Senhora tarada, Dona Marta está sempre atacando office boys e desavisados. Criação de Glauco nos anos 80, acabou se tornando tão famosa quanto Geraldão, do mesmo autor. A personagem é inspirada em uma amiga do cartunista.

06

Piratas do Tietê
Também dos 80, a tirinha criada por Laerte marcou época e gerou diversos spin-offs. Conta as aventuras de piratas saqueadores que navegam pelo rio Tietê, em São Paulo. Virou peça teatral, Piratas do Tietê-O Filme, em 2003.

07

Níquel Náusea
O divertido rato Níquel Náusea criado por Fernando González também surgiu nos 80 – década que pode ser considerada o auge do quadrinho brasileiro. Seus companheiros de aventura são a barata Fliti, o rato Ruter, a rata Gatinha e o Sábio do Buraco, entre outros.

niquel_nausea03

Aline
Já nos anos 90, a ninfomaníaca e desavergonhada Aline, de Adão Iturrusgarai, vivia às voltas com seus dois namorados, Otto e Pedro, e suas eternas crises de TPM. Não gostava de cozinhar e nem de arrumar a casa. A tirinha virou desenho animado em 2005 e série de TV (equivocada, por sinal) da Globo em 2009, protagonizada pela atriz Maria Flor.

09

Vida de Estagiário
No ano 2000, surgiu essa hilária série do cartunista Allan Sieber, narrando as desventuras do pobre Oséias, o estagiário. Também virou série de TV, exibida em 2011 na TV Brasil.

10

Sem mais artigos