Robert Pattinson no filme Cosmopolis, de David Cronenberg

Eric Packer (Robert Pattinson)

Robert Pattinson, que ficou conhecido mundialmente por viver o vampiro Edward Cullen na Saga Crepúsculo, não quer nem pensar sobre a pressão que recai sobre seus ombros por protagonizar o novo filme de David Cronenberg, Cosmópolis. Em entrevista ao programa MTV News, ele falou sobre o assunto.

“A pressão está sobre o David”, brincou. “Eu tento repetir para mim mesmo, ‘É o filme do Davis, não meu. Eu sou apenas uma marionete’. Mas, na verdade, foi um pouco apavorante no começo”, admitiu.

Pattinson falou ainda sobre o fato de de tornar-se mundialmente famoso por participar de um blockbuster como Crepúsculo e, depois, fazer um filme conceitual e adulto como Cosmópolis. “Acho que há uma relevância cultural por ter feito Crepúsculo e ter vindo de lá. Eu sempre tinha medo disso antes, de fazer um filme esmagador… Mas acho que isso torna as coisas mais interessantes”, afirmou.

Em Cosmópolis, baseado em um romance homônimo escrito por Don DeLillo, Robert Pattinson interpreta o bilionário recém-casado Eric Packer. O filme mostra um dia na vida do personagem que, nesse curto período de tempo, trai a esposa Elise Shiffrin (Sarah Gadon), é perseguido pelo stalker Benno Levin (Paul Giamatti), é atacado por um grupo de protesto e perde gradualmente sua fortuna. O filme tem lançamento no Brasil marcado para 7 de setembro.

Robert Pattinson fala da pressão de protagonizar Cosmópolis: "É o filme do Cronenberg, não meu"

Sem mais artigos