O passado de Xerxes, personagem de Rodrigo Santoro, será conhecido em 300: A Ascensão de Um Império. Em uma entrevista ao site Comic Book Resources, o ator brasileiro falou ainda sobre sua participação em cenas de ação.

“(O filme) seria sobre Xerxes inicialmente, mas eles mudaram tudo. Eu diria que você fica sabendo um pouco sobre o passado dele, o que acho muito legal. Mas é mais sobre o novo ateniano, Sullivan Stapleton (que interpreta o General Themistocles). E há o personagem de Eva Green (Artemisia), que é uma comandante naval, minha comandante naval, e existe Xerxes. A história gravita entre todos os três, o que acontece entre eles”, explicou.

Quanto às cenas de ação, Santoro admite que não deve aparecer em muitas, mas serão mais do que no primeiro filme, onde ele praticamente não esteve em nenhuma. “Tenho um pouco, mais ou menos. Tenho, tenho. Não posso falar muito, mas faço um pouco. Participei de parte da ação, mas A Ascensão de Um Império se passa um pouco antes de 300. Você irá entender quando assistir, mas fiz parte de um pouco da ação. Um pouquinho”.

O ator também fez algumas comparações entre o novo filme, dirigido por Noam Murro, e o primeiro, de Zack Snyder (Superman: O Homem de Aço). “Acho que eles combinam, porque a ideia é essa – personagens e estilo e tudo mais. Especialmente porque estão chamando este de spinoff, então você tem trechos do primeiro filme. Há um lugar onde eles se encontram, o primeiro e o segundo filme, mas é um diretor diferente”, afirmou.

“Ainda não vi o filme terminado, mas a experiência – quero dizer, Zack estava muito envolvido porque ele escreveu e produziu este. As mãos dele estão ali, mas Noam tem sua própria autonomia em dirigir. Acho que será realmente incrível e os fãs ficarão satisfeitos”, concluiu.

300: A Ascensão de Um Império estreia no Brasil no dia 28 de junho deste ano.


Sem mais artigos