O longa 12 Anos de Escravidão, vencedor do prêmio Bafta de melhor filme no domingo (16), conta a história chocante e real de Solomon Northup, um homem negro livre que é vendido como escravo no século 19. Em entrevista ao site Digital Spy, o roteirista do longa, John Ridley, falou sobre a adaptação do livro de memórias de Northup para o cinema.

“A forma que Solomon escreveu, sua clareza de detalhes, sua linguagem elevada… Nunca é fácil, mas Solomon como guia certamente tornou claro as coisas que eu pensava que deveria fazer e como chegar a isso”, disse.

“O que mais tem importância para mim é que as pessoas estão falando sobre Solomon, sobre sua história e sobre suas memórias. Eu não gosto de falar de forma absoluta, mas acho que ninguém vai esquecer essa história novamente”.

12 Anos de Escravidão, dirigido por Steve McQueen, estreia no Brasil na próxima sexta-feira (21).

Sem mais artigos