“Roupas são vitais, o ponto de partida para meus filmes”, afirmou o cineasta canadense Xavier Dolan. E logo depois: “Isso não significa que eu vá colocar roupas da semana de moda nos meus filmes”.

A declaração foi feita para o jornal Folha de São Paulo e ocorreu no jardim em frente ao Grand Palais, em Paris, antes do desfile do estilista belga Dries Van Noten.

“A moda influencia e define a construção dos personagens, é como um fio que conduz o roteiro”, disse ainda Dolan. “Eu amo os cineastas que conseguem explorar essa relação do figurino com a história implícita nos personagens”.

Nascido em Quebec, Dolan tem 25 anos e dirigiu cinco longas. O mais recente é Mommy, que recebeu o Prêmio do Júri no Festival de Cannes, em maio.

Sem mais artigos