Depois do indiscutível sucesso de 007 Operação Skyfall, Sam Mendes se tornou o mais cotado para dirigir o próximo filme da franquia.  Mas o cineasta, que ainda estava em dúvida, decidiu não aceitar o convite dos produtores.

 

Mendes não descarta, porém, voltar à série no futuro, embora tenha deixado claro que não irá dirigir Bond 24, título provisório do próximo longa do agente secreto. “Foi uma decisão muito difícil não aceitar a oferta bastante generosa de Michael (Wilson) e Barbara (Broccoli) para dirigir o próximo filme de Bond”, admitiu, em uma entrevista à revista Empire.

“Dirigir Operação Skyfall foi uma das melhores experiências da minha vida profissional, mas tenho o teatro e outros compromissos, incluindo as produções de A Fantástica Fábrica de Chocolate (um musical no West End) e Rei Leão (no National Theatre de Londres), que precisam do meu foco total ao longo do próximo ano e além dele”, justificou.

“Sinto-me muito honrado por ter sido parte da família Bond e tenho muitas esperanças de ter uma oportunidade de trabalhar com eles novamente em algum momento no futuro”, concluiu o diretor.

Ainda sem previsão de lançamento, o 24º filme da franquia James Bond terá mais uma vez Daniel Craig como protagonista e seu roteiro será escrito por John Logan, que já havia começado a discutir algumas ideias com o próprio Mendes.

Com uma bilheteria de mais de US$ 1.1 bilhão, a sétima maior da história do cinema e a melhor do cinema britânico em todos os tempos, 007 Operação Skyfall conquistou ainda um Bafta de melhor filme britânico e dois Oscar, se tornando o mais bem sucedido nos 50 anos da franquia.


Sem mais artigos