Homem de Ferro 3 com Robert Downey Jr

Tony Stark (Robert Downey Jr.)

O grande vilão de Homem de Ferro 3, Mandarim (Ben Kingsley) será um homem de origem indefinida, um enlouquecido amante da guerra que “representa todos os terroristas”, de acordo com o co-roteirista e diretor do filme, Shane Black.

“Ele tem uma inteligência experiente, provavelmente foi o supervisor de atrocidades em alguma época. Sua nacionalidade é até mesmo obscura porque ele se cobriu de segredos, mas em algum momento esse oficial enlouqueceu e se tornou um estudioso da arte da guerra e do antigo simbolismo chinês, e emergiu das táticas de insurgência sul americanas e criou em torno de si esse pequeno mundo bélico, onde o único princípio unificador parece ser o ódio aos Estados Unidos”, explicou o diretor.

 

“Ele representa todos os terroristas, de certa forma, mas ele especificamente se moldou na forma do Mandarim, do senhor da guerra, e acho que isso é incrível porque você pode usar a versão dos quadrinhos, mas ainda assim não precisa lidar com os estereótipos específicos do Fu Man Chu. Não estamos dizendo que ele é chinês, estamos dizendo que ele, na verdade, projeta em torno de si um manto de símbolos chineses e dragões porque isso representa sua obsessão por Sun Tzu e as antigas artes de guerra que ele estudou”, complementou.

Black falou sobre Mandarim ao site da Marvel ao lado do produtor Kevin Feige, que lembrou que o personagem foi cogitado já na época em que se preparava o primeiro filme do super-herói, representado por Robert Downey Jr.

“Mudamos isso (ter Mandarim no primeiro longa) 12 semanas antes de começarmos a filmar. Pensamos: ‘há muita coisa aqui, queremos focar mais em Tony (Stark)’, explicou Feige, que confirmou que o vilão voltou a ser cogitado para o segundo filme, mas foi novamente descartado.

“Apenas após a chegada de Shane surgiu o conceito que de certa forma criou um estalo e permitiu que ele se tornasse uma entidade que, logo de cara, é reconhecível e assustadora e terrível como uma espécie de ser saído das manchetes, alguém com um jeito meio Osama Bin Laden”, afirmou Feige.

“Mas, ao mesmo tempo, (a ideia de Shane) girava em um novo caminho e o exemplo que Shane sempre usa é o personagem de Marlon Brando em Apocalypse Now, o coronel Kurtz. Ele é um cara que passou dos limites, que está incorporando todos esses diferentes símbolos e iconografia em sua visão de mundo”, acrescentou o produtor.

O Homem de Ferro 3 estreia no dia 26 de abril deste ano.


Sem nacionalidade, Mandarim 'representa todos os terroristas', diz diretor de Homem de Ferro 3

Sem mais artigos