O diretor Steven Spielberg acredita que a indústria cinematográfica passa por um processo que culminará em grandes desastres de bilheteria. Durante a conferência de inauguração do prédio de mídias interativas da Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, ao lado do colega George Lucas, Spielberg falou sobre seus temores.


“O grande perigo é que, eventualmente, haverá um grande desastre nuclear, em que três ou quatro, talvez meia dúzia, desses filmes de megaorçamento irão afundar. Isso vai mudar o paradigma novamente”, disse o cineasta, de acordo com o site da revista Empire.

“Estamos em um momento em que um estúdio prefere investir US$ 250 milhões em um filme que é um tiro certo no alvo a fazer um punhado de projetos realmente interessantes, profundos e pessoais que poderiam se perder no baralho”, afirmou.

Spielberg contou que o premiado Lincoln quase foi diretamente para a televisão, em vez de estrear no cinema. “Foi por muito pouco”, revelou.

Sem mais artigos