Steven Spielberg queria muito dirigir um filme de James Bond na década de 70 e chegou até a oferecer seus serviços ao antigo produtor da franquia, Cubby Broccoli, mas levou um não. Envergonhado, ele admite que nunca mais tentou.

 

A “confissão” do cineasta foi feita ao Daily Mail, onde ele lembrou o que aconteceu após a recusa. “Nunca pedi novamente. Em vez disso fiz os filmes de Indiana Jones”, explicou.

Esta, porém, não é a primeira vez que Spielberg fala sobre sua admiração à série de 007. “Logo que comecei a fazer filmes, a única franquia com a qual me importava e da qual queria fazer parte era James Bond. Quando comecei como diretor de TV, meu sonho supremo era fazer um filminho que me desse alguma fama, e então Cubby Broccoli me chamaria e convidaria para dirigir o James Bond seguinte”, contou à Entertainment Weekly.

“Mas nunca consegui que Broccoli me contratasse. E agora, infelizmente, eles não podem me bancar”, concluiu.


Sem mais artigos