Com seus olhos negros e marcantes, lápis preto e sobrancelhas grossas, a personagem Inês da novela global Dancin’ Days (1978/79), cuja reprise no Canal Viva termina neste sábado (25), vem sendo apontada por muitos telespectadores como uma “pré-gótica”.

Já que o movimento dos góticos só ganhou força mesmo nos anos 80, a existencialista Inês pode ser a quase precursora dos taciturnos darks dos 80’s. Não?

Brincadeiras à parte, por trás de Inês está a atriz Sura Berditchevsky. Paulistana radicada no Rio, ela estreou em novelas com Dancin’ Days. Depois, atuou em outras produções globais, além de ter acumulado vasta experiência em teatro e cinema.

E como preparadora de elenco também. Desde os anos 70, Sura se especializou como professora de teatro, criando e preparando jovens atores nas últimas décadas – como Patrícia Pillar, Lúcia Veríssimo, Luana Piovani e até Tatá Werneck (que foi aluna de Sura na escola de interpretação que a atriz manteve no Rio nos anos 90).

Essas e outras experiências ela relembra no papo com o jornalista Lufe Steffen, que foi ao Rio conversar com Sura, em mais uma edição do Tricotando Lurex – programa internético cujo tema é a “seita” Dancin’ Days. Assista!

Sem mais artigos