Apesar de todo o sucesso no cinema, Jogos Vorazes não é assim tão querido por todos. A trilogia de livros de Suzanne Collins está na lista dos mais banidos por pais e educadores nos Estados Unidos, segundo dados do Office for Intellectual Freedom, da Associação Americana de Bibliotecas.

 

Para entrar na lista, um título precisa, de acordo com o órgão, ter recebido “uma reclamação formal, por escrito, de uma biblioteca ou escola requisitando que um livro ou material seja restrito ou removido por causa de se conteúdo ou por ser inapropriado”.

Entre às acusações à trilogia estão as de “insensibilidade”, “linguagem ofensiva” e “violência”. Além disso, algumas reclamações mencionam ainda conteúdo “anti-família” e “anti-étnico” e há até mesmo quem aponte elementos de “ocultismo/satanismo”, mesmo item que já atrapalhou a vida da saga Harry Potter.

O primeiro livro da série, Jogos Vorazes, já constava da lista de 2011, mas desta vez a trilogia inteira está sendo alvo de banimentos, com a inclusão de Catching Fire e Mockingjay . No ano passado, os motivos alegados foram que a obra era “sexualmente explícita” e “inadequada para a faixa etária”.

Em relação às acusações de que seus livros contém muita violência, a autora se defende dizendo que ela é realmente necessária, já que se trata de “uma trilogia de guerra”.


Sem mais artigos