Tim Burton

Reprodução Parabéns, Tim!

O diretor mais gótico suave de Hollywood completa 57 anos nesta terça-feira (25), e segue excelente em suas produções. Com duas continuações engatilhadas, Alice no País das Maravilhas: Através do Espelho e Os Fantasmas Se Divertem 2Tim Burton é a prova de que manter um estilo único e facilmente identificável pode ser bom para a carreira. Mas, de onde veio esse estilo?

Para quem não sabe, Burton é um cara bastante peculiar. Seus gostos, medos e manias refletem bastante em seus trabalhos, e muitos dos filmes que vemos por aí são resultados do que se passa dentro dessa cabecinha atormentada. Duvida? Vem com a gente passear por esse labirinto que se desenrola debaixo da cabeleira desgrenhada do diretor californiano:

1 – Vincent (1982)

O primeiro curta-metragem de Tim foi este stop-motion sobre o menino Vincent Malloy, um personagem criado pelo próprio diretor que queria se tornar o ator Vincent Price. A narração, inclusive, é do mestre do terror. Parece um pouco autobiográfico o negócio, não parece?

2 – Ídolos

Amigos até o fim

Reprodução Amigos até o fim

Falando em terror, Vincent Price é ninguém menos que o ídolo de Burton, e a oportunidade de fazer este curta resultou na amizade dos dois até a morte do ator, em 1993.

3 – Meias listradas

excentricidades-de-tim-burton (2)

Reprodução

Todo excêntrico tem sua mandinga. A de Tim é usar meias de risca-de-giz em eventos como premières e lançamentos. A gente esperava coisas bem piores…

4 – Macacofóbico

tim burton e helena bonham carter

Reprodução

Tá vendo esta foto acima, do diretor ao lado de sua ex-companheira Helena Bonham Carter, caracterizada como uma personagem de Planeta dos Macacos, e de um macaquinho? É praticamente uma prova de coragem, visto que o rapaz tem fobia de chimpanzés. De verdade, o medo é real, mas ele enfrentou mundos e fundos para dirigir o longa – e foi nele que se apaixonou pela atriz, com quem ficou por 13 anos.

5 – Esquema de moradia duvidoso

Entrada da casa de Tim Burton

Reprodução Entrada da casa de Tim Burton

Na casa que Burton e Bonham Carter dividiam, o esquema era o seguinte: duas casas, uma para cada um, conectadas por um longo corredor. Assim, cada um tinha sua privacidade sem as encheções que a intimidade traz. Mas e as crianças? Aí que a coisa fica estranha: moravam na mesma rua, em uma terceira casa, com a babá. É verdade.

6 – Quem é esse moço no sofá?

Sammy Davis Jr. de cera

Flickr/Miss Shari Sammy Davis Jr. de cera

Tim Burton gosta tanto de Sammy Davis Jr. que, com o fechamento do Movieland Wax Museum, ele adquiriu a estátua do cantor e deixou lá no sofá de casa, de enfeite. Um dia, os pais de um amiguinho de seus filhos ligam preocupados, querendo saber que história era a de quem tinha um senhor morto na sala da casa dele. Não deve ser fácil ser pai de família, Burton.

7 – Desenhos pessoais

Sabe de onde vieram Edward Mãos de TesouraNoiva Cadáver e Frankenweenie? Uai, da cabeça de Tim! As histórias, os desenhos, tudo foi criado por ele desde a adolescência, quando o rapazote californiano passava bastante tempo entretido com lápis, borracha e seus pensamentos. E a noiva, bem, ele fez para Helena. Óun…

8 – Pinguins são atores também!

Todos os pinguins têm direito a maquiagem"

Todos os pinguins têm direito a maquiagem”

Esse é um causo da época de Batman (1989): Tim Burton quis usar pinguins vivíssimos para fazer o cenário do vilão, e mandou trazê-los da zona rural da Inglaterra, em uma parte refrigerada do avião. Eles tinham direito a um trailer climatizado, piscina de gelo, peixe fresco entregue diariamente e a temperatura do set tinha que estar a UM GRAU CELSIUS quando eles estavam em cena. Divas? Tudo pela arte!

Sem mais artigos