Uma Longa Viagem, de Lucia Murat, foi o grande vencedor do Kikito de Melhor Longa-Metragem Brasileiro na 39ª edição do Festival de Gramado. Pelo mesmo filme, Caio Blat levou o prêmio de Melhor Ator.

O filme Riscado, de Gustavo Pizzi, também garantiu os prêmios de Melhor Roteiro (Gustavo Pizzi e Karine Teles), Melhor Atriz (Karine Teles) e Melhor Diretor (Pizzi).

O júri da critica ainda escolheu o Céu, Inferno e Outras Partes do Corpo, de Rodrigo John, como Melhor Curta-Metragem nacional. Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Virtual conquistou o prêmio de Melhor Longa-Metragem Estrangeiro.

Veja a lista completa dos vencedores:

Na categoria longa-metragem brasileiro, foram premiados:

Melhor montagem: Leonardo Sette por “As Hiper Mulheres”.
Melhor fotografia: Roberto Henkin, por “O Carteiro”.
Melhor roteiro: Gustavo Pizzi e Karine Teles por “Riscado”.
Melhor atriz: Karine Teles por “Riscado”.
Melhor ator: Caio Blat por “Uma Longa Viagem”.
Melhor diretor: Gustavo Pizzi, por “Riscado”.
Especial do júri: “As Hiper Mulheres”, de Leonardo Sette, Carlos Fausto e Takumã Kuikuro.
Melhor filme em longa-metragem brasileiro: “Uma Longa Viagem”, de Lúcia Murat.

Na categoria curta-metragem nacional, foram premiados:

Melhor montagem: Mair Tavares e Tina Saphira, por “Um Outro Ensaio”.
Melhor fotografia: Jacques Dequeker, por “Polaroid Circus”.
Melhor roteiro: Rodrigo John, por “Céu, Inferno e Outras Partes do Corpo”.
Melhor atriz: Dira Paes em “Ribeirinhos do Asfalto”.
Melhor ator: José Wilker em “A Melhor Idade”.
Especial do júri: “Rivelino”, de Marcos Fábio Katudjian.
Melhor diretor: Natara Ney por “Um Outro Ensaio”.
Melhor filme curta-metragem nacional: “Céu, Inferno e Outras Partes do Corpo”, de Rodrigo John.

Na categoria longa-metragem estrangeiro, foram premiados:

Melhor fotografia: Serguei Saldivar Tanaka, por “La Lección de Pintura”.
Melhor roteiro: Sebastián Hiriart, por “A Tiro de Piedra”.
Melhor atriz: Margarida Rosa de Francisco, por “García”.
Melhor ator: Gabino Rodríguez, por “A Tiro de Piedra”.
Melhor diretor: Gustavo Taretto por “Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Virtual” e Sebastián Hiriart, por “A Tiro de Piedra”.
Especial do júri: “Las Malas Intenciones”, de Rosario Garcia-Montero.
Melhor filme longa-metragem estrangeiro: “Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Virtual”, de Gustavo Taretto.

Uma Longa Viagem e Caio Blat vencem o Festival de Gramado; veja lista

Sem mais artigos