Uma jovem atriz que vive entrando e saindo do rehab, tem problemas com a lei, é assunto quase diário dos tablóides e perseguida por paparazzi onde estiver. Esse vai ser o papel da atriz Lydia Hearst-Shaw na comédia Dogs in Pocketbooks.

E para quem está achando tudo muito familiar, o roteirista Charles Casillo admite com todas as letras: a história é sim baseada em Lindsay Lohan.

“Lydia vai interpretar uma deusa do cinema malcriada que entra e sai do rehab, com problemas com a lei e cercada de agentes gananciosos, paparazzi predadores, stalkers e uma mídia maluca”, explica Casillo. “É um papel obviamente inspirado em Lindsay Lohan”, acrescenta.

Mas ele garante que não tem intenção de criticar a atriz. “(O filme) não é de modo algum maldoso em relação a Lindsay. É o tipo de coisa nonsense à qual ela se submeteu no passado. É mais uma sátira sobre as pessoas malucas ao redor dela e as situações que elas geram. Satiriza a obsessão com a celebridade moderna”, resume o roteirista.

Quanto à escolha de Hearst-Shaw, uma socialite que se tornou atriz, ele diz que a escolha foi perfeita. “Passei muito tempo escolhendo a pessoa certa, mas Lydia é perfeita…analisamos muitas atrizes para esse papel e eu fiquei realmente impressionado”, diz.

Além dela, o elenco vai contar também com Joan Collins, que vai interpretar uma poderosa agente.

As filmagens de Dogs in Pocketbooks devem começar em fevereiro de 2011.


Sem mais artigos