Fechado pela UEFA desde o último dia 14 até 29 de maio, em preparativos para a final da Liga dos Campeões da Europa, o Estádio da Luz, em Lisboa, está cortado da rota de visita dos turistas que estarão em Portugal, menos é claro para aqueles torcedores que garantiram seu ingresso para o duelo entre Real Madrid e Atlético de Madrid, no sábado (24). Aproveitando da situação, o Sporting, rival do Benfica e também com sua arena localizada na capital de Portugal, está faturando o dobro com os visitantes às vésperas da decisão da Champions League.

Construído para abrigar algumas partidas da Eurocopa da 2004, o novo Estádio José Alvalade XXI é uma das arenas mais modernas de Portugal e sua utilização vai além das partidas de futebol do Sporting. Seu museu é um dos principais atrativos para os visitantes de Lisboa, que além de entrar no estádio, querem também conhecer um pouco da história do clube.

Como o Estádio da Luz está sendo utilizado pela UEFA e suas vias de acesso fechadas em partes, como a Avenida General Norton de Matos, a 2ª Circular e parte das Avenida Lusíadas e Avenida Machado Santos , o número de visitantes do Alvalade, que fica a três quilômetros do estádio do Benfica, dobrou, como garante Leonor da Cunha, guia de visitas da casa do Sporting.

“Tivemos uma crescente muito grande nas últimas semanas. A final da Champions e a interdição do estádio do Benfica para o jogo fizeram com que o número de visitantes dobrassem”, explicou.

Ao custo de € 10 (quase R$ 30), o visitante que for ao Alvalade e o museu do clube de segunda a sexta (exceto dias de jogos) tem três opções de horário. A visitação acontece às 11h, às 14h30 e às 20h. Já aqueles que gostariam de ver apenas o estádio, o valor é de € 7,5 (aproximadamente R$23).

O Top of the Pops fez uma visita ao Estádio Alvalade e também ao museu do Sporting nesta sexta-feira (23), notou o grande número de turistas europeus e norte-americanos e mostra na galeria acima os detalhes da estrutura da equipe portuguesa.

Sem mais artigos