O ex-jogador de futebol Raí continua sua cruzada cultural, anos depois de abandonar o mundo do esporte. A mais nova empreitada do craque é a abertura de uma sala de cinema (de rua) em São Paulo.

destaqueReprodução / Facebook Cinesala

A Cinesala está instalada na Rua Fradique Coutinho, 361, em Pinheiros, perto da nova estação de metrô Fradique Coutinho. O local existe como cinema de rua desde 1962 (informação que está num neon no hall do cinema).

Nos anos 80, o espaço abrigou a Sala Cinemateca, que exibia filmes de arte, cults, estrangeiros, raros – nos 90, essa iniciativa migrou para a Cinemateca Brasileira, na Vila Mariana, onde está até hoje. A partir dali o espaço foi patrocinado por empresas – foi Sala UOL, Cine Sabesp, entre outros. E agora é a Cinesala comandada por Raí.

Raí declarou que pretende investir mais no ramo, e abrir mais salas de cinema (sempre de rua) na capital paulistana. O ex-jogador comentou que a ideia é revalorizar o espaço público – ruas, parques, praças -, e resgatar o conceito de bairro, com as pessoas frequentando cinemas de rua.

Sofás na primeira fila

Reprodução / Facebook Cinesala Sofás na primeira fila

Atualmente, São Paulo tem pouquíssimos cinemas de rua. São eles: o Cinesesc, o Caixa Belas Artes, o Espaço Itaú e o Reserva Cultural (todos no eixo Paulista-Augusta-Jardins); o Marabá Playarte (único sobrevivente da extinta Cinelândia paulistana, no Centro); e, se podemos considerar as salas de arte, existem ainda o Cine Olido (na Galeria Olido, no Centro), o Cine Segall (no Museu Lasar Segall, na Vila Mariana), o CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil, no Centro) e o CCSP (Centro Cultural São Paulo, na Vergueiro). E agora surge o Cinesala.

Outra característica das salas de Raí é a programação cult. Ele pretende privilegiar o cinema de arte e filmes de autor. Mas essa parte ele deixa para Adhemar Oliveira, que cuida da programação do Cinesala – Adhemar é o diretor de programação do Espaço Itaú (com 5 salas na Rua Augusta e 8 no Shopping Frei Caneca).

E ainda: o Cinesala se inspirou no Electric Cinema, sala em Londres que Raí frequentava no bairro de Notting Hill em 2006. Assim, reproduz os sofás na primeira fila do cinema, e montou uma sorveteria no hall. A ideia é mais do que bem vinda. Vamos?

02Letreiro CinesalaReprodução / Blog Salas de Cinema de São Paulo

Sem mais artigos