Clodoaldo Valério arranca risadas dos telespectadores até hoje

Clodoaldo Valério, o popular Crô, foi o personagem mais marcante da novela Fina Estampa, que está sendo reprisada na faixa das 21h da Globo. O próprio ator Marcelo Serrado, que interpreta a personagem, afirmou que o mordomo de Tereza Cristina foi um dos maiores papéis que já viveu nas telinhas.

Mas Crô tinha um mistério que está aguçando novamente o imaginário popular: o de quem era o seu “novo” amante no folhetim. O homem tinha uma tatuagem de escorpião em um dos pés, assim como o seu ex-namorado, que foi assassinado pela patroa.

O público à época da exibição original cravou que o novo amante de Crô era Baltazar (Alexandre Nero), motorista de Tereza Cristina. Os dois contracenavam na trama e tinham o carinho do público.

Mas na verdade, não era o popular “Zoiudo”. Nas próximas cenas, a novela exibirá vários “partidos” com a mesma tatuagem nos pés, entre eles o segurança Ferdinand e até o bonitão Juan Guilherme, vivido por Carlos Casagrande.

Na trama, Crô não chega a revelar quem é o dono do seu coração, mas o autor Aguinaldo Silva desvenda o mistério. Era mesmo Ferdinand (Carlos Machado). “O amante de Crô era o dono da rede de vôlei, que acabou se tornando um dos grandes vilões da novela e eu achei que não pegava bem o Crô ter um amante que era um dos vilões”, afirmou Aguinaldo no Encontro com Fátima.

Sem mais artigos