Dean's Blue Hole

Mergulhadores tentam desvendar o Dean’s Blue Hole, nas Bahamas

Nos últimos dias, se falou muito das novas informações sobre o gigantesco buraco azul visto na China. Batizado de Dragon Hole, ele é agora o mais profundo buraco em oceanos do mundo: são 300m de profundidade.

Chamados também de cavernas subaquáticas ou cavernas verticais, estes buracos surgiram de falhas geológicas na era do Gelo – antigo, hein? – e são cheios de túneis internos e rico ecossistema marinho.

Alguns são tão grandes que é possível ver do espaço. Este é o caso do Great Blue Hole, que fica em Belize. Ele é o paraíso de mergulhadores profissionais que sonham com suas águas claras e sua vida marinha. Por lá, é possível ver algumas espécies de tubarões.

Além da beleza impressionante e da curiosidade, todas estas características atraem inúmeros turistas que desejam mergulhar em um buraco azul. Em alguns, é perfeitamente possível – sempre com cuidado, claro! Mas em outros, é melhor manter distância.

Na ilha de Gozo, em Malta, na Europa, um destes buracos é sucesso entre os turistas, que aproveitam o verão felizes. Já no Egito, um buraco azul em Dahab é o terror dos mergulhadores. Alguns mais corajosos tentam desvendar um túnel horizontal e, infelizmente, existem várias confirmações de mortes no percurso.

Nas Bahamas, o Dean’s Blue Hole é o segundo mais profundo do mundo. Mergulhar por lá é tão perigoso que os povos locais espalham lendas sobre as mortes que já aconteceram. Uma destas histórias antigas diz, inclusive, que um monstro marinho habita o fundo do buraco e que seria a respiração dele a responsável por fazer a água ter o efeito “ralo”, que suga pessoas e embarcações e o torna tão temido.

Confira estes e outros buracos azuis pelos mares do mundo na galeria:

Sem mais artigos