O Uzbequistão visa aquecer o setor do turismo mesmo em meio à pandemia do coronavírus. Confiante que o vírus está sob controle no país, o governo se comprometeu a  indenizar em US$ 3 mil, cerca de R$ 16.380, o turista que for contaminado com a covid-10 durante a viagem.

A medida faz parte do programa “Garantia de Viagem Segura”, liberado pelo presidente Shavkat Mirziyoyev na última terça-feira (23). O valor de Us$ 3 mil foi estipulado com base no custo médio para tratar a doença no Uzbequistão, segundo informou o site Insider.

O país conta com mais de 33 milhões de habitantes e apenas 20 mortes relacionadas ao coronavírus.

“Queremos assegurar aos turistas que eles podem vir ao Uzbequistão”, afirmou a embaixadora do turismo, Sophie Ibbotson, em nota. “O governo está tão confiante que as novas medidas de segurança e higiene que estão sendo implantadas no setor de turismo irão proteger os viajantes da covid-19, que o presidente está preparado para usar o seu dinheiro: se você for contaminado com coronavírus durante uma viagem no Uzbequistão, nós iremos te recompensar”, garantiu.

No entanto, para ser amparado por esta medida, é preciso ter sido acompanhado por um guia turístico local, visto que esta categoria, além de pontos turísticos e acomodações, agora precisa de um certificado do governo para atuar, afim de assegurar as regras de higiene.

De acordo com o Insider, o Uzbequistão está abrindo as portas para turistas de países considerados de baixo risco, como China, Japão, Coreia do Sul e Israel. Viajantes da Europa precisarão ficar de quarentena por 14 dias ao chegarem no território.

Sem mais artigos